O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Queimadas
Como funcionam as queimadas
Tamanho da letra

 

 

 

Entre os meses de maio e dezembro, são comuns as notícias de queimadas no interior do Brasil. Feitas tanto por pequenos agricultores como por grileiros, esse método de “limpeza” da área de plantio é uma técnica considerada arcaica e prejudicial tanto para o ecossistema quanto para a própria produção agrícola

Mas se é prejudicial, por que elas acabam acontecendo? Há alguns fatores para a existência de queimadas. A princípio, o pequeno agricultor queima para resolver dois problemas: acabar com pragas e doenças e preparar o solo para pastagem ou plantio. Já os invasores de terra e grileiros usam o artifício da queimada para se apossar ilegalmente da terra, acabando com a mata nativa e colocando gado ou mudas na área. Além disso, nos canaviais, a queimada é feita para facilitar a colheita. Assim, para entender as queimadas é bom separar um pouco o joio do trigo

As queimadas são práticas comuns

Principalmente na Amazônia, as queimadas são feitas por pequenos agricultores que não têm outra alternativa para preparar a terra, já que para cortar a vegetação e prepará-la sem queimar é preciso de maquinário como o trator, uma realidade muito distante para esses agricultores.

Já em outras regiões como o Nordeste e o Sudeste, algumas queimadas são feitas para facilitar a colheita da cana-de-açúcar. Com fogo, os pequenos espinhos da planta são eliminados e a colheita rende mais para os trabalhadores que ganham por quantidade recolhida.

Tanto no Norte, quanto no Nordeste, há a má-fé dos grileiros.

Há também a queimada de plantações de algodão. Nesse caso, é feita uma touceira (monte de restos de plantas) para queimar o que sobrou da colheita. Essa queimada é obrigatória por lei, por causa do fantasma do bicudo, uma praga comum a esse tipo de monocultura. Nesse caso, é uma queimada mais simples com duração de cerca de três a quatro horas e em pequenas áreas.

A batalha contra a queimada é cada vez mais intensa, mas também é histórica. Hoje, o governo trabalha com programas como o Prevfogo para conter esse problema.

 Incêndios e queimadas
É preciso ficar atento para não confundir incêndio com queimadas. Os incêndios florestais são acidentais e descontrolados na maioria das vezes. Segundo a pesquisadora da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Adriana Vieira de Camargo de Moraes, 95% dos incêndios florestais brasileiros ocorrem por causa da ação humana. A chamada combustão espontânea, quando o fogo nasce do excesso de calor num clima seco, é muito pequeno no Brasil por causa do clima tropical do país.

 

Fonte: HowStuffworks/ comotudofunciona

 

 

 

 

   
       
 
24/05/2011 - Como funcionam as queimadas
09/09/2009 - Fogo na floresta é objeto de estudo
23/09/2008 - Queimadas-Documentos
17/09/2008 - Queimada Controlada
17/09/2008 - Queimada - Definição
07/08/2008 - Poluição das queimadas provoca doenças oculares
01/03/2008 -  Queimadas continuam a destruir floresta brasileira
01/03/2008 - INCÊNDIOS E QUEIMADAS FLORESTAIS
29/08/2007 - Incêndios Florestais

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados