O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Bio Combustível
Etanol de segunda geração
Tamanho da letra

 
 
Também conhecido como álcool celulósico, o etanol de segunda geração é produzido a partir do bagaço e da palha da cana-de-açúcar.

O bagaço da cana é uma fonte de biomassa farta, altamente energética, de fácil digestão e imediatamente disponível, segundo Finguerut.
 
 “Hoje usamos apenas 1/3 da energia que a cana absorve pela fotossíntese, mas podemos ampliar esse potencial utilizando o excesso de bagaço para geração de energia”, afirma.

A tecnologia para transformar celulose em etanol já existe de fato e é aplicada em vários projetos pilotos no mundo e até no Brasil.
 
A dificuldade encontrada pelos pesquisadores é elevar a produção a uma escala industrial, já que as enzimas necessárias para quebrar a celulose em pedaços menores, passíveis de fermentação, custam muito caro.
 
A busca entre os cientistas é por microrganismos capazes de sintetizar enzimas mais eficientes e com menor custo de produção.

Uma terceira geração de biocombustíveis, ainda mais distante da nossa realidade atual, permitiria a produção de combustíveis líquidos pela gaseificação da biomassa – e pode ser um novo mercado promissor para o Brasil.


Por Sabrina Domingos, atualizado em outubro de 2008
 
 
 
Fonte: Carbono Brasil

   
       
 
09/06/2009 - Etanol de segunda geração
09/06/2009 - Etanol 1
09/06/2009 - Biodiesel 1
09/06/2009 - Biomassa
09/06/2009 - Biocombustíveis
07/06/2009 - Biodiesel de abacate
12/12/2008 -  Biodiesel feito de algas
26/08/2008 - O que é Biodiesel ?
30/04/2008 - A era dos biocombustíveis

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados