O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Bio Combustível
Etanol 1
Tamanho da letra

 

O etanol, também chamado de álcool etílico, é resultante da fermentação de açúcares presentes principalmente em produtos agrícolas, como a cana-de-açúcar e cereais. Por esta razão é considerado um combustível renovável e nulo em emissões de gases do efeito estufa (GEE), pois a planta absorve dióxido de carbono durante o processo de crescimento.

No estudo ‘O etanol como um novo combustível universal’, divulgado em setembro (2008), a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) estima que o consumo nacional de etanol aumente 50,46% até 2011, com um salto da demanda interna dos 16,47 bilhões de litros consumidos em 2007 para 24,7 bilhões de litros em 2011. As exportações também tendem a crescer, subindo cerca de 73% nos próximos quatro anos, de 3,53 bilhões de litros em 2007 para 6,10 bilhões de litros em 2011.

O crescimento interno no consumo de etanol deve-se principalmente ao aumento da frota brasileira de veículos flex. Dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) indicam que estes automóveis representaram 88% das vendas de agosto de 2008.

A produção e uso de etanol no Brasil como um substituto da gasolina reduz as emissões de GEE em mais de 90% segundo informações da Agência Internacional de Energia, baseados na análise “well-to-wheel” (do produtor ao consumidor).

Cana-de-açúcar

A cana-de-açúcar é um insumo renovável primário de crescimento rápido, com colheita anual e uma alta capacidade de absorção do dióxido de carbono (CO2) da atmosfera, principal gás do efeito estufa.

Outro fator que colabora para as baixas emissões de GEE desta espécie é a baixa demanda por fertilizantes e agroquímicos, uma vez que a cana-de-açúcar pode ser colhida anualmente por cinco anos ou mais antes que precise ser replantada. A fabricação de agroquímicos consome combustíveis fósseis, liberando GEE.

Além disso, segundo a Coordenação-Geral de Mudanças Globais de Clima MCT, é importante ressaltar a diferença entre a produção de etanol de cana-de-açúcar, milho, beterraba, trigo e outros tipos de alimentos. O etanol feito da cana-de-açúcar oferece vantagens econômicas e ambientais superiores a outros combustíveis alternativos.

Nas condições brasileiras atuais, a produção de uma dada quantidade de etanol de cana produz nove vezes mais energia que o consumo durante sua produção. Esta mudança contribui para uma significativa redução das emissões de GEE. Para cada unidade de energia fóssil utilizada para produzir o etanol brasileiro de cana-de-açúcar, 9,3 unidades de energia renovável são produzidas, um balanço de energia melhor e quatro vezes superior ao etanol de beterraba e trigo e sete vezes maior que o etanol de milho.

O gerente de desenvolvimento estratégico industrial do Centro de Tecnologia Canavieira, Jaime Finguerut aponta alguns diferenciais do etanol brasileiro: o controle biológico de pragas; a resistência a doenças (sem o uso de fungicidas e outros produtos químicos); o trabalho na agronomia da cana (que determina melhores formas de manejo) e a apropriação da matéria-prima para o processamento industrial.

Outra vantagem para o Brasil é a capacidade de produzir cana-de-açúcar o ano inteiro: a safra nas regiões sudeste e sul ocorrem entre abril e novembro, enquanto no nordeste é de setembro a março. O país também conta com as melhores condições para a cultura canavieira, pois está localizado entre os trópicos, onde a incidência de raios solares é maior, fundamentais para o processo de fotossíntese e o crescimento da biomassa.

Um fator determinante nesse setor é a disponibilidade de água (quase 100% da cana brasileira é produzida sem utilizar irrigação). Finguerut afirma que o volume ainda pode ser aumentado em 15 vezes sem o uso de técnicas artificiais. Já utilizando a irrigação, poderia ser multiplicado por 20.

Atualizado em outubro de 2008

 

Fonte: Carbono Brasil


 

   
       
 
09/06/2009 - Etanol de segunda geração
09/06/2009 - Etanol 1
09/06/2009 - Biodiesel 1
09/06/2009 - Biomassa
09/06/2009 - Biocombustíveis
07/06/2009 - Biodiesel de abacate
12/12/2008 -  Biodiesel feito de algas
26/08/2008 - O que é Biodiesel ?
30/04/2008 - A era dos biocombustíveis

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados