O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Notícias
Ecoponto preserva praia trocando lixo reciclável por créditos em mercados e lojas
Tamanho da letra

Que legal essa ideia!

Os moradores da praia do Cumbuco, em Caucaia (CE), agora podem ajudar na coleta seletiva do município, contribuindo para a preservação da área, e ainda ganham bônus para trocar no que quiser no comércio local.

Não é demais?

Ou seja, o lixo reciclável gerado em casa pode valer um descontão naquela comprinha no mercado ou na contratação de um serviço.

E com os bônus, as pessoas ainda podem ajudar projetos socioambientais.

O Ecoponto funciona no Centro de Apoio ao Turista (CAT).

Ah, quem estiver visitando a praia também pode contribuir.

A ideia foi lançada justamente para preservar o local com a expansão do turismo na praia com a prática do Kitesurf.

“Como todo e qualquer desenvolvimento também traz uma grande geração de resíduos consigo, portanto, a necessidade de ativar o Ecoponto e também desenvolver um sistema de coleta seletiva com demais ações como Educação Ambiental, Limpezas de Praia entre outros”, disse o especialista em gestão ambiental Juliano Maciel.

E que tal saber onde o seu lixo reciclável pode ser descartado?

Bacana, né!

Uma startup desenvolveu um aplicativo com esse objetivo.

Agora fica mais fácil de contribuir para um mundo mais sustentável.

Quem entrega lixo reciclável recebe cartão com créditos para trocar em produtos na cidade

As pessoas podem entregar papel, plástico, vidro e metal. 

Todo o material é recebido e gerenciado por um sistema online, que permite cadastrar os geradores de resíduos e também bonificá-los de acordo com a quantidade de resíduo reciclável entregue nolocal.

Quem contribui entregando o lixo recebe um cartão com créditos em dinheiro que é aceito nas lojas e mercados da cidade.

Aí, você deve se perguntar: e como é que isso se mantém?

Simples!

O lixo reciclável coletado é processado e vendido e isso permite que se possa pagar a “recompensa” para os moradores e turistas.

Mais de 2.400 pessoas moram em Caucaia e a empresa processadora do material reciclável tem capacidade para administrar milhões de quilos de lixo.

Ou seja, o projeto pode ajudar bastante a diminuir o descarte irregular de resíduo recuperável na cidade.

“Ao invés de entregar esse material para ser recolhido pelo serviço de limpeza pública e destinado indevidamente a aterros sanitários, os moradores podem separar e entregar os resíduos no Ecoponto do Cumbuco e receber uma bonificação por isso”, disse um dos participantes do projeto, Benedito Cesar.

A iniciativa é promovida pelo Winds for Future (W4F) através de uma parceria com as empresas Intention Ventures, Ambrasus, Ecolimp, Moeda Seeds e com o apoio da prefeitura Municipal de Caucaia.

O objetivo é transformar Cumbuco em um destino turístico sustentável.

Foto: Winds For Future
Fonte:  Rafael Melo / Razões para acreditar


   
       
 
10/08/2020 - Poluição luminosa está mantendo as aves acordadas de noite (e isso é um problema)
10/08/2020 - Papel higiênico 100% sustentável vira adubo após uso
10/08/2020 - Como a Costa Rica desacelerou, parou e depois reverteu o desmatamento de florestas tropicais
10/08/2020 - Empresa alemã cria gerador de energia solar portátil
10/08/2020 - Milhões de animais são traficados no Brasil todos os anos
10/08/2020 - Projetos de limpeza não são suficientes para coletar todo o plástico oceânico, diz estudo
10/08/2020 - Sensor sem bateria alerta contra incêndios florestais
10/08/2020 - Pantanal vive uma das maiores tragédias ambientais da sua história
10/08/2020 - Em uma semana, Nordeste bate 3 recordes de geração eólica

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados