O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Notícias
Novos prédios e casas de Nova York serão obrigados a ter telhado verde ou painéis solares
Tamanho da letra

A atual administração de Nova York está realmente comprometida em tornar a cidade um centro urbano mais sustentável.

Em abril, foram aprovadas diversas novas medidas, parte do Climate Mobilization Act, que tem como objetivo maior neutralizar as emissões de carbono e garantir que sua demanda por energia seja atendida por fontes 100% renováveis até 2050.

Uma das medidas aprovadas recentemente foi a que determina que todas as novas construções comerciais e residenciais de Nova York tenham telhados verdes ou painéis solares.

Nos meses de julho e agosto, o pico do verão no Hemisfério Norte, a temperatura da cidade fica na casa dos 30ºC.

O problema é que a sensação térmica é muito mais alta.

Em 2016, a onda de calor na cidade foi responsável pela morte de 140 pessoas.

Além de reduzir a temperatura, já que plantas absorvem a luz que seria transformada em calor, telhados verdes liberam vapor d’água e ajudam a melhorar a qualidade do ar.

A vegetação nos telhados também é importante para cortar os custos com energia, já que auxilia termicamente as construções e reduz a necessidade do uso de aparelhos de ar condicionado.

Segundo um estudo publicado pelo National Research Council of Canada, a instalação de telhados verdes pode cortar em até 75% os gastos com energia em prédios.

Para ajudar os novaiorquinos a cumprir as novas determinações, a prefeitura anunciou a criação de um programa de empréstimos e subsídios.

“Aprovamos uma legislação que não apenas tornará os céus de Nova York mais bonitos, mas irá melhorar a qualidade de vida da população para esta e as próximas gerações”, afirmou Rafael Espinal, membro do conselho da cidade.

A nova lei exige ainda que edifícios de grande e médio porte, que representam quase um terço de todas as emissões de gases de efeito estufa de Nova York, baixem suas emissões em 40% até 2030 e 80% até 2050.

Em 2017, o prefeito Bill de Blasio já havia anunciado  investimento de 106 milhões de dólares em um programa para instalação de telhados verdes e plantio de árvores em parques para amenizar o calor.

O programa Cool Neighborhoods NYC tinha como principal meta ajudar as comunidades mais vulneráveis ao calor extremo, e era por esta razão, que 80% do valor total seria destinado ao plantio de mudas nas regiões sul do Bronx, central do Brooklyn e mais ao norte de Manhattan (leia matéria completa aqui).

*Com informações da Good News Network

Fonte:

   
       
 
23/05/2019 -  Estão abertas as inscrições para a 8ª Feira de Geociências de Nova Andradina
17/05/2019 - Assim a soja invade a Amazônia
17/05/2019 - Quais são as atividades industriais mais ligadas ao desmatamento?
17/05/2019 - Museus se mobilizam para salvar as espécies ameaçadas
17/05/2019 -  Cuiabá:Estado lança edital para contratar 50 analistas ambientais
16/05/2019 - Cresce a infraestrutura de carga para veículos elétricos
16/05/2019 - *Precisamos falar sobre a geoengenharia
16/05/2019 - Submarino encontra plástico no ponto mais profundo dos oceanos
13/05/2019 -  Fungo que digere plástico é apontado como alternativa de preservação do meio ambiente

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados