O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Notícias
Microplástico, o perigo minúsculo
Tamanho da letra

O plástico conquistou o mundo: cada vez mais embalagens, brinquedos e objetos do cotidiano são feitos com esse material, com grandes consequências para o meio ambiente e também para a saúde humana.

Pequeno como um grão de areia

Microplásticos são pequenas partículas de plástico.

Elas têm menos de cinco milímetros e são adicionadas a diversos produtos.

O microplástico também é produzido pela decomposição de resíduos plásticos ou pela abrasão de pneus e de tecidos sintéticos durante a lavagem de roupas.

Pasta de dentes com microplástico

Vários fabricantes não se importam, e muitas pessoas não sabem: os pequenos pontos azuis na pasta de dentes são bolinhas de plástico.

Elas auxiliam na escovação e na limpeza.

Mais tarde essas bolinhas provavelmente vão parar no mar.

Os tratamentos de esgoto não conseguem filtrar o microplástico.

Cosméticos com muito plástico

Bolinhas de plástico também estão presentes em esfoliantes ou em sabonetes líquidos.

O consumidor não é informado adequadamente pelos fabricantes sobre a presença de plástico em seus cosméticos, e ambientalistas e também autoridades sanitárias reivindicam a proibição do microplástico.

Fibras sintéticas viram microplástico

A maior parte do microplástico espalhado pelo planeta é liberado por fibras sintéticas.

Cerca de 60% das roupas contêm fibras sintéticas, e a tendência ao uso desse fio barato está aumentando rapidamente.

Durante a lavagem de uma jaqueta de fleece são liberados até 1 milhão de fibras.

Na Europa, cerca de 30 mil toneladas de fibras sintéticas vão para o esgoto todos os anos.

Plástico na água potável

O microplástico não polui apenas rios e oceanos – milhões de pessoas ingerem fibras de plástico invisíveis com a água da torneira diariamente.

Pesquisadores americanos investigaram mais de 150 amostras de água da torneira em países dos cinco continentes e encontraram fibras de plástico microscópicas em 83% delas

Microplástico no mar

Microplásticos são lcriados a partir da abrasão de plástico. Uma parte deles vai parar no mar.

A principal origem são fibras sintéticas, seguidas de pneus, poluição urbana e marcação rodoviária.

A parcela de microplástico proveniente de produtos de higiene pessoal é comparativamente pequena.

Uma bomba-relógio

O lixo plástico também se transforma em microplástico: uma sacola precisa de até 20 anos, uma garrafa plástica de até 450 para se decompor.

Cada habitante do planeta "precisa", em média, de 60 quilos de plástico por ano.

Nos Estados Unidos e na Europa Ocidental esse número ultrapassa 100 quilos.

Cerca de 2% de todo o plástico produzido no mundo acaba no mar.

Preso no plástico

A maré de plástico atinge animais e pessoas, mas ainda não se sabe exatamente como.

As pesquisas ainda estão no começo.

O que está claro, no entanto, é que plástico e microplástico vão parar em todos os estômagos, causando a morte por inanição de animais aquáticos.

Os riscos para a saúde humana ainda são desconhecidos

Menos plástico?

Plástico é barato e prático para o dia a dia.

Apesar disso, é crescente a discussão em todo o mundo sobre o que os políticos podem fazer: proibir sacolinhas, copos descartáveis e microplásticos em cosméticos, instituir a obrigação de reciclar ou criar um imposto sobre o plástico?

Mas o melhor é cada pessoa adotar suas próprias atitudes para reduzir o consumo de plástico.

Fonte:Deutsche Welle

   
       
 
14/04/2019 -  Poluição do ar afeta crescimento de árvores em São Paulo
13/04/2019 - Agrotóxicos têm futuro garantido no Brasil
13/04/2019 - *O desenvolvimentismo e o meio ambiente
13/04/2019 - Indonésia suspende visitas na ilha de Komodo após roubos de dragões
13/04/2019 -  Campanha de descarte de resíduos perigosos chega ao campo e tem adesão maciça dos agricultores baianos
11/04/2019 - Curitiba vai duplicar ciclovias e deve contar com mais 200 km até 2025
10/04/2019 - Mais de 90% das geleiras dos Alpes podem desaparecer até 2100
25/03/2019 - Projeto atua na preservação das nascentes de rios às margens da via Dutra
24/03/2019 - Cidade do México afunda de 8 a 12 centímetros por ano, segundo universidade

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados