O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Notícias
Vida Marinha corre riscos: o que você sugere para evitar resíduos no mar?
Tamanho da letra

Como evitar que os oceanos se transformem em grandes lixões? Que a quantidade de plástico nos mares ultrapasse a quantidade de peixes? Que a vida animal seja sufocada ou contaminada por resíduos que se espalham pelas águas do planeta por conta da ação humana?

A cidade de São Paulo acaba de um evento da Onu Meio Ambiente e da Proteção Animal Mundial para discutir ações viáveis e urgentes: “Oceano Plástico: como escapar desse emaranhado?”

Além do lixo que é levado aos oceanos por barcos, por emissários de esgotos ou rios contaminados, e pela ação do homem em praias e ilhas, há ainda outro problema a se combater: as redes de pesca e outros equipamentos usados por pesqueiros e marinheiros e que se perdem pelos oceanos, transformando-se em verdadeiras armadilhas para os animais.

A ONU, organizações não governamentais e também representantes do Governo estão debatendo como evitar que esse cenário dramático continue se expandindo e, ao mesmo tempo, reverter o quadro.

Atualmente, está em implantação o Plano de Ação Nacional para Combate ao Lixo no Mar, pelo Ministério do Meio Ambiente, que está promovendo uma Consulta Pública, para que qualquer cidadão possa participar e dar sugestões de como enfrentar a questão.

A consulta foi lançada em 26 de novembro durante o Fórum Internacional de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos e Limpeza Pública, realizado em São Paulo.

As perguntas são sobre a percepção de cada um sobre a poluição dos oceanos e permite que sejam propostas até três ações para combater o lixo gerado em terra e o lixo gerado no mar.

O preenchimento do questionário leva, em média, 10 minutos e as colaborações podem ser feitas até o dia 8 de janeiro de 2019.

Depois disso, os dados serão enviados para o Instituto Federal do Paraná para análise e posterior avaliação pela comissão organizadora.

O texto final do Plano de Ação Nacional para Combate ao Lixo no Mar, que passará também pela avaliação de especialistas em encontros e seminários, deve ser lançado no próximo ano, no Dia Mundial do Meio Ambiente, em 5 de junho.

Fonte:São Paulo Zona Sul

   
       
 
24/05/2019 - Suíços adotam lojas de lixo zero
24/05/2019 - Como limpar nossos rios?
23/05/2019 - Estado americano de Washington legaliza a compostagem humana como alternativa à cremação ou enterro
23/05/2019 - Mata Atlântica tem o menor desmatamento em três décadas
23/05/2019 - ONU lança desafio nas redes sociais e site especial para Dia Mundial do Meio Ambiente
23/05/2019 -  O óculos de sol feito com lixo plástico recolhido da praia
23/05/2019 - Tratamento de esgoto doméstico com plantas é alternativa para evitar poluição dos rios
23/05/2019 - Florianópolis planeja ser a primeira cidade “Lixo Zero” do Brasil
21/05/2019 - Brasil atinge 10 mil empresas de energia solar e cerca de 20 mil empregos

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados