O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Notcias
Plano nacional para combater a poluio plstica no mar lana consulta pblica com questionrio online
Tamanho da letra

A poluição plástica é um problema grave no Brasil? Você ou a sua organização tem boas ideias para minimizar o lixo que invade nossos oceanos?

O Ministério do Meio Ambiente quer saber essas e outras opiniões do público sobre o tema, para fundamentar a construção do Plano de Ação Nacional para o Combate ao Lixo no Mar.

Para isso, lançaram um questionário online para entender o que os diversos setores da sociedade pensam e propõem para uma das maiores ameaças aos oceanos: o lixo.

O lançamento aconteceu a Waste Expo Brasil, em São Paulo, dando início à etapa de consulta pública para a elaboração do Plano Nacional – um dos compromissos voluntários assumidos pelo Brasil na Conferência dos Oceanos da ONU, em junho de 2017.

O plano, que também é impulsionado pela Campanha Mares Limpos, da ONU Meio Ambiente, tem lançamento previsto para junho do ano que vem e deverá conter uma série de medidas para evitar a poluição da zona costeiro-marinha brasileira.

Estima-se que 80% do lixo encontrado nos oceanos tenha origem em atividades que ocorrem em terra (indústria, turismo, gestão inadequada de resíduos sólidos, entre outros).

A produção e o consumo deste material têm aumentado exponencialmente nos últimos anos.

Enquanto a humanidade levou mais de 50 anos para produzir 4,15 bilhões de toneladas de plástico, a mesma quantidade saiu das indústrias nas últimas duas décadas, entre 2002 e 2015.

Durante o evento de lançamento, o Secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Jair Tannus, relembrou que para a construção do Plano Nacional e consequentemente frear a poluição dos mares, a sociedade tem um papel central: “O questionário convida todos os atores a se engajarem.

O Brasil firmou um compromisso voluntário na ONU e entendemos que, com o lançamento da consulta pública, cada cidadão, entidade, ente público e empresa também poderá assumir esse compromisso de fazer ações para combater ou minimizar de alguma forma o lixo no mar.

É importante que cada um faça a sua parte para que a gente consiga alcançar nossos objetivos”.

O questionário online convida cada um a relatar a sua percepção (ou de sua organização) sobre a poluição dos oceanos e a propor até três ações para combater o lixo gerado em terra e o lixo gerado no mar.

O preenchimento leva, em média, 10 minutos, e pode ser feito no link bit.ly/QuestPlanoNacionalLixonoMar, até o dia 8 de janeiro de 2019.

Os dados captados serão enviados para o Instituto Federal do Paraná para análise e posterior avaliação pela Comissão Organizadora do Plano, do qual a ONU Meio Ambiente faz parte.

A Gerente da Campanha Mares Limpos no Brasil, Fernanda Daltro, que participou da Waste Expo no painel sobre Soluções Inteligentes para o Gerenciamento de Resíduos Plásticos, destacou que o problema está no fato de não conseguirmos gerir o plástico que estamos gerando.

Quanto mais produtos de uso único produzimos e consumimos, maior é a geração de resíduos – principalmente resíduos plásticos.

O Plano Nacional é um passo importante para minimizar a poluição plástica que invade nossos oceanos.

Ele será o arcabouço institucional sob o qual ações prioritárias estarão elencadas, ações que podem contemplar, por exemplo, a regulamentação de itens plásticos descartáveis, o estímulo à inovação na indústria e no redesign de produtos e embalagens, campanhas de sensibilização da sociedade, e ações sistemáticas para retirar o passivo de áreas comprometidas.

As prioridades serão identificadas a partir das respostas da sociedade ao questionário.

Mais informações

Link para o Questionário: http://bit.ly/QuestPlanoNacionalLixonoMar

Da ONU Meio Ambiente, in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 26/11/2018

Fonte:EcoDebate

   
       
 
17/01/2019 - Tigres podero ser completamente extintos em at 10 anos
17/01/2019 - Indstria de higiene pessoal vai eliminar o uso de micropartculas plsticas slidas insolveis em produtos enxaguveis
17/01/2019 - Nestl pretende eliminar canudos de plstico de todos os produtos
17/01/2019 - Espcies de caf correm risco de extino, afirma pesquisa
17/01/2019 - Indgenas dos EUA resgatam o biso para suas terras
17/01/2019 - Ministrio do Meio Ambiente suspende acordos com ONGs
11/01/2019 - Ministro do Meio Ambiente diz que pode rever Unidades de Conservao e liberar ferrovias nessas reas protegidas
11/01/2019 - Demanda por gua no Brasil aumentar 24% na prxima dcada
10/01/2019 - Cresce nmero de registros de produtos biolgicos para uso agrcola

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados