O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

  Pagina Inicial Tradutor Cursos Artigos Vídeos Fotos Calendário Ecológico Eventos Quem somos Contato  

 

Notícias
Rio de Janeiro é primeira cidade brasileira a proibir canudos plásticos
Tamanho da letra


Canudos na praia: lixo plástico virou um problema mundial


A decisão vai ao encontro de um crescente movimento global de combate ao lixo plástico, um dos principais vilões da poluição marinha

O Rio de Janeiro é a primeira cidade brasileira a banir o uso de canudos plásticos em quiosques, bares e restaurantes.

O prefeito da cidade, Marcelo Crivella, sancionou o projeto de lei que proíbe a distribuição de canudinhos plásticos em estabelecimentos alimentícios.

A medida foi publicada no Diário Oficial da cidade do Rio no último dia (5). 

 O projeto havia sido aprovado na Câmara Municipal no mês passado. Ainda falta determinar o prazo para a entrada em vigor da medida.

De autoria do vereador Jairinho (MDB), o projeto estipula multa de até R$ 3 mil aos estabelecimentos que descumprirem a lei, valor que pode ser multiplicado em caso de reincidência

Ao invés do plástico, o projeto determina o uso de canudos feitos de materiais biodegradáveis. 

Segundo seu artigo primeiro, a lei sancionada “obriga os restaurantes, lanchonetes, bares e similares, barracas de praia e vendedores ambulantes do Município do Rio de Janeiro a usar e fornecer a seus clientes apenas canudos de papel biodegradável e/ou reciclável individualmente e hermeticamente embalados com material semelhante”.

Centenas de milhares de cariocas apoiaram a causa por meio de uma petição online criada pela ONG Meu Rio, apoiadora do projeto.

No mês passado, o governador do Estado do Rio, Luiz Fernando Pezão, também sancionou uma lei que proíbe estabelecimentos comerciais, como supermercados de distribuir sacolas feitas com plásticos derivados de petróleo e que entrará em vigor em 18 meses. 

As decisões vão ao encontro de um crescente movimento global de combate ao lixo plástico, um dos principais vilões da poluição marinha.

 Segundo a ONU, ao menos 50 países têm propostas nessa seara

Tendência mundial: Maior cidade da Índia, Mumbai proíbe produtos de plástico descartáveis

Foto:Daisy-Daisy/Thinkstock
Fonte: Vanessa Barbosa / EXAME


   
       
 
15/09/2018 - De mocinho a vilão ambiental: conheça candidatos para substituir plástico
12/09/2018 -  Leis de proteção do meio ambiente também permitem viabilizar pesquisas científicas
12/09/2018 -  Fungos podem ajudar a deteriorar resíduos plásticos em semanas, mostra estudo
10/09/2018 - Governo japonês pressiona outras nações para a legalização global de caça a baleias
04/09/2018 - Mudanças climáticas ameaçam valor nutricional de alimentos
04/09/2018 - Musaranho, o animal que pode contribuir para a cura da osteoporose
03/09/2018 -  5 Plantas para ficar no seu quarto e ajudar você a dormir melhor:
26/08/2018 - *Plantando águas: o que é possível pela restauração ecológica?
22/08/2018 - Conservar a Amazônia é questão ambiental, social e econômica

 

     
Notícias | Tradutor | Cursos | Artigos | Vídeos | Fotos | Calendário Ecológico | Eventos | Quem Somos | Contato
© Copyright 2011 Meio Ambiente News - Todos os direitos reservados